quarta-feira, 22 de março de 2017

Momento Poesia!



Um dia... um momento... um segundo... a vida se fragmenta em diversos prismas... são tantos ângulos de um mesmo sentimento que nos deixa à mercê da loucura... ou será sanidade? Quando imaginamos desvendar os olhos das ilusões, tudo se embaralha novamente para nos provar nossa pequenês diante do universo... O que vale mais? Uma vida de buscas incansaveis que se perdem diante de tantos objetivos ou o prazer de conquistar um momento de paz? Muitos dizem que existem diversos caminhos à seguir, mas eu não acredito nisso... existe apenas o caminho que você escolheu seguir, o resto são apenas suposições do que poderia ter acontecido... Talvez a vida seja como uma pequena flor que precisa se despedaçar em muitas pequenas sementes para poder encher um jardim..., mas será que isso não é doloroso à flor? talvez ela não veja suas sementes desabrocharem, mas ela tem a certeza de ter feito o seu melhor... E mesmo quando a vida sopra na direção oposta de tudo, o imprevisivel nos alcança e nos remete aos nossos medos, às nossas forças e fraquezas... mas o quê define até onde devemos lutar? Muitas vezes me pergunto até onde devo ir? o quê é plausivel suportar antes de mudar de rota? infelizmente não nascemos com um guia de como viver... e entre os erros, entre as lágrimas e os sorrisos, vamos seguindo sem saber até onde... e assim os dias passam, os anos passam, e construimos nossos muros, nossas pontes... e a nossa imagem, assim como uma pintura qualquer que ficará guardada num canto qualquer de uma casa... 
By Rick Akio

sábado, 18 de março de 2017

Brincando de Cantar! Ricardo Nakase - Toki no Nagare ni Mi wo Makase(Teresa Teng)


Olá amigos! Hoje vou brincar de cantar o maior sucesso da cantora Teresa Teng, a canção "Toki no Nagare ni Mi wo Makase". Esta é uma canção romântica que diz nas entrelinhas que somente o tempo nos mostra o amor. Me desculpem as falhas, mas devido à sinusite e ao resfriado a voz está oscilando um pouco...

Toki no Nagare ni Miwo Makase
(Coloco minha vida na correnteza do tempo)

Se eu não tivesse te encontrado
O que será que eu estaria fazendo hoje?
Teria uma vida monótona, amaria alguém...
E teria uma vida comum?
Coloco minha vida na correnteza do tempo
Quero me tingir com a sua cor
Minha única vida
Nem me importo em deixá-la de lado
Por isso te peço, fique perto de mim
Agora é só você que amo

Se voce passar a me odiar
O dia de amanhã
Não mais existirá
Não quero nenhuma promessa, mas
Não posso viver somente de lembranças...
Coloco minha vida na correnteza do tempo
E te abraço..
E só pelo fato de ter ficado atraente
Já não me importo em continuar vivendo...
Por isso te peço, fique perto de mim
Agora não consigo ver ninguém a não ser você

Coloco minha vida na correnteza do tempo
Quero me tingir com a sua cor
Minha única vida
Nem me importo em deixá-la de lado
Por isso te peço, fique perto de mim
Agora é só você que amo

quinta-feira, 2 de março de 2017

Momento Poesia!



Em busca de novos horizontes, iniciei minha caminhada... Não imaginava o que encontraria... Não sabia por onde seguir... Fui trilhando seguindo as estrelas, mas mal sabia que em meio às luzes do céu, haviam vaga-lumes para me confundir... Fui andando sem parar, fui buscando algo que nem mesmo eu sabia ao certo o que era... Cada pessoa que eu encontrava em meu caminho me dizia que a busca era por "isso" ou "aquilo", mas percebi que elas também não sabiam o que procuravam... Continuei caminhando... Vi flores, vi chuva, vi sorrisos, vi lágrimas... Enxerguei além do que deveria, tentei enxergar além da verdade... Mas em um determinado momento minhas pernas se cansaram... Meus olhos ficaram pesados assim como toda a bagagem que eu havia trazido comigo durante a minha jornada sem destino... Tive que parar, me sentar num canto qualquer... Não conseguia mais seguir... Todas as paisagens pareciam iguais... Todos os dias tinham as mesmas cores... Tudo começou à ficar desbotado... Pra onde foi a coragem do início da caminhada? Pra onde foi todas as esperanças, as alegrias das novas experiências? Percebi que estava caminhando sem saber para onde... Estava seguindo os mesmos passos de tantas outras pessoas que também estavam perdidas... Mas, depois de tanto caminhar, percebi que preciso escolher uma única estrela pra seguir... É impossível querer seguir todas ao mesmo tempo... mas como escolher? Mas como ter certeza de que é a estrela certa? Nunca terei esta resposta... Porque a verdadeira estrela estava o tempo todo dentro de mim... Dentro do meu coração... Agora só preciso renovar meus sapatos, respirar fundo e abrir o meu peito para que esta estrela que ser encontra adormecida recomeçar à brilhar! 
 By Rick Akio

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Brincando de Cantar! Ricardo Nakase - Owarinaki Tabi (Misora Hibari)


Olá amigos! Hoje vou brincar de cantar uma música que particularmente gosto muito apesar de ser triste. É canção “Owarinaki Tabi” da cantora Misora Hibari. Este foi uma das últimas canções que ela gravou antes de seu falecimento em 1989. Como uma forma de agradecimento aos fãs, esta canção tem uma mensagem muito bonita em sua tradução. Esta canção foi interpretada pela cantora no seu último show chamado “Fushicho”, que ocorreu no Estadio Tokyo Domo. É um grande desafio cantar uma canção da rainha da música enka, mas hoje quero especialmente enviar esta linda mensagem à todos os meus amigos. Me perdoem as falhas, mas canto esta canção de coração à todos vocês. 

Owarinaki Tabi (Misora Hibari)
Viagem Eterna

Uma vez desperto eu estava deitado
Caminhava cansado e ferido 
Parece ter adormecido por um longo tempo
Mas a vida voltou para mim novamente
Muito Obrigado! Graças às pessoas que cuidaram de mim
E à todos que me deram abrigo
Agora eu me renovo

Eu abraço esta viagem dolorosa que me fere
E mesmo assim eu continuo à cantar com um sorriso em meu rosto
Mesmo sendo doloroso, mesmo sendo triste
Eternamente nesta viagem continuarei à cantar

Nos meus sonhos Deus sempre aparece
Para sempre me falar sobre o amor
E que mesmo as difíceis provações sempre vencerei
E assim a coragem em minha vida volta à cada passo
Muito Obrigado! À todos que me encorajam 
Às pessoas que me deram um copo de água
Agora eu me renovo

Agora sigo esta viagem sozinho enfrente
E mesmo assim eu continuo à cantar com a minha voz
Mesmo sendo doloroso, mesmo sendo triste
Eternamente nesta viagem continuarei à cantar

sábado, 28 de janeiro de 2017

Brincando de Cantar! Ricardo Nakase - Miren Gokoro (Hikawa Kiyoshi)


Olá amigos! Hoje vou brincar de cantar um dos mais recentes sucessos do cantor Hikawa Kiyoshi, a canção "Miren Gokoro". Particularmente sou muito fã do "Principe do Enka" tanto pela sua simpatia e simplicidade quanto pela sua versatilidade em interpretar diversos estilos musicais.

O single "Miren Gokoro" foi lançado originalmente em fevereiro de 2016 em 03 versões, e devido ao seu grande sucesso, ele foi relançado em setembro de 2016 em mais 03 versões distintas. Este single rendeu ao cantor Hikawa Kiyoshi diversos prêmios da industria fonografica japonesa em 2016.

Vale lembrar que preciso ensaiar muitooo ainda... rsrsrsr essas canções que posto "brincando de cantar" são escolhidas na hora para gravar... rsrsrs me perdoem pelos erros!! rsrsrs

Miren Gokoro

Uso no tsukenai onna desu
Ubuna watashi no magokoro wo
Shitte inagara nikui hito
Are kara watashi wa koi onna
Iya desu ne baka desu ne
Kyoo mo anata ga koishi kutte
"Miren Gokoro " no hitori sake

Koi wa hito yo de ai ni naru
Sonna iroha wo shiri nagara
Minna ageta no sasageta no
Hakanai koi hodo ato wo hiku
Iya desu ne baka desu ne
Wasure rarenaku narimashita
"Miren Gokoro " no namida ame

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Momento Reflexão!



Hoje quero apenas fazer um desabafo... Eu só queria entender como o mundo ficou deste jeito? À cada dia que passa o ser humano se mostra ser menos digno de habitar este planeta... Onde foi parar os bons sentimentos? Onde foram parar as boas intenções? Tudo que vejo são pessoas presas dentro de suas vidas, como numa bolha envolta por ilusões... cada um enxerga apenas o que quer... vejo pessoas gritando seus desperos e ninguém consegue se ouvir... Vejo pessoas correndo de um lado para o outro, sem saber para onde vão... vejo pessoas que se preocupam com o que o outro faz e se esquecem de cuidar de seus proprios atos... a dor se tornou artigo de mídia, as desgraças servem apenas para algumas pessoas ganharem "curtidas" de outros estranhos... vejo tantas vidas vazias, tantas vidas em preto e branco... isso faz com que minhas vistas doam cada vez mais... me faz sentir vontade de não ver mais nada... os bons estão se sentindo exaustos... os desequilibrados estão cada vez mais desvairados e fora de controle... estamos à beira de um colapso moral onde poucos homens carismaticos controlam a maioria através da cultura do medo e da insegurança... Talvez eu esteja vivendo num mundo esquisofrênico... Talvez eu seja a pessoa que está vendo tudo errado... mas alguém ascenda a luz para mim!Estamos vivendo um momento em que o amor é provado através de fotos e de declarações através de redes sociais... Estamos vivendo um momento em que a presença, o sorriso, o olhar, s incomodam tanto quanto um show de horrores... ninguém sabe mais conversar... ninguém sabe mais amar... Sei que este texto ficará esquecido em algum canto nas time lines da vida... ninguém se dá ao trabalho de ler mais do que 06 linhas... a vida é tão corrida que compartilhar um sentimento ficou em segundo plano... ninguém tem tempo para apreciar um pôr do sol... ninguém tem tempo de sentir a vida passar... a vida é contada em cifras... os amigos são contados através de curtidas... onde foi parar a humanidade? Vivemos entre o céu e o inferno sem saber para onde queremos ir... só queria acordar deste pesadelo e ver que os dias são mais leves do que eu sinto... 
By Rick Akio

domingo, 22 de janeiro de 2017

Apresentação no Shinenkai da Associação Okinawa do Carandiru (SP)


Olá amigos! No último dia 22/01 aconteceu na Zona Norte de São Paulo o Shinenkai (Festa de início de ano) da Associação Okinawa do Carandiru. 

Tive a grande alegria em me apresentar com a Banda Uchiná, em uma produção muito especial, onde levamos um mix de diversos estilos musicais, que passou por músicas brasileiras, internacionais, enka, j pop e animê. 

Como já é de tradição, a alegria e a empolgação dos associados é incrivel, fazendo das festas da Associação incomparaveis! O carinho e o reencontro com pessoas queridas também marcou este belissimo evento!

Quero deixar registrado os meus sinceros agradecimentos por mais um momento incrivel e desejar à todos os associados muita luz e sucesso em 2017!

Akemashite Omedetou Gozaimasu! Kotoshi mo Yoroshiku Onegaishimasu!





quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Momento Poesia!



No entardecer da vida, as memórias voam como pássaros buscando o horizonte... Tudo aquilo que imaginavamos ser, não é mais... tudo que queriamos, não faz mais sentido... No entardecer dos dias, as horas passam, como os pássaros voando no céu... sem que percebamos o quão precioso é cada segundo... No entardecer das horas, um sorriso, uma lágrima, a decisão de ser e estar, de fazer e de esperar... é dificil enxergarmos as coisas que deixamos para trás... é dificil entendermos que pode não existir uma segunda chance... O entardecer não espera... as horas não nos esperam... e à cada segundo que fica para trás, é menos 01 segundo que temos para sermos felizes... mas como não ficar enebriado pela visão do entardecer? como não se deixar levar apenas pela correnteza do tempo? como tomar em suas mãos as rédeas da carruagem do Sol? Vejo tantas pessoas que apenas existem... que apenas estão ali, sem saber o por quê... será que é fácil ser assim? eu gostaria de poder chegar no meu entardecer e poder sentar na beira do rio da vida e ver com calma toda a paisagem que desenhei pelo horizonte... quero poder trazer em minhas memorias, a alegria de ter feito à diferença... de ter levado alguma alegria ou alguma lição onde a vida havia se esquecido de colorir... será que é loucura demais? será que só iremos perceber que o tempo passou quando anoitecer? não quero saber quanto tempo falta para o dia acabar... quero apenas saber que as flores desabrocharam... saber que uma criança sorriu puramente... que uma lágrima escorreu pelos olhos de alegria de um amor qualquer de carnaval... talvez, essa seja a sensação dos pássaros que voam ao entardecer... 
By Rick Akio