quinta-feira, 1 de junho de 2017

Momento Poesia!



De dentro das suas asas, me senti seguro... mas como todo pássaro, um dia levantou vôo e foi buscar o mundo... e mesmo que muitos passaros voem pelos céus, um dia, poderei voar pelo horizonte... e a beleza das imperfeições da vida são assim... é a flor rara que nasce no deserto, é a lua que brilha num céu de verão, é o brilho no olhar dos enamorados... talvez, nenhum dos sonhos que sonhei se realizem, mas sei que busquei os caminhos que devesse, sei que chorei as lagrimas que regaram o meu chão, sei que senti os perfumes do bem e do mal, e cada sorriso sincero que dei, pincelou as cores da obra da minha vida... eu sei que sou um sonhador, talvez até mesmo uma criança ingênua... as dores que me acometem, me fazem acreditar que muitos dos degraus da vida são construidos através da coragem de saber sentir aquele momento com a paciência de quem sabe que o sol continua atrás das nuvens, apenas esperando o momento de iluminar as vida das pessoas... sei também que as máscaras do baile da vida são coloridas demais para serem verdadeiras... mas os olhos nunca nos enganam e as alegrias e tristezas sempre transbordam como fontes da alma... e cada loucura, cada ilusão, cada sonho, tem um preço à ser pago... e mesmo assim eu ainda quero arriscar todas as minhas cartas neste jogo de sorte... e mesmo que eu perca tudo... e mesmo que eu sinta a tristeza do vazio, se eu não me arriscar, nunca darei a chance da vida me trazer o que procuro... e mesmo que cada palavra escrita, e mesmo cada imagem publicada, e mesmo cada minuto que se passa, e mesmo assim, continuo escrevendo cada linha da minha historia... sem saber onde tudo isso vai dar, sem saber se florescerei em meio ao deserto... mas com a única e incontestável certeza de ter caminhado com a sinceridade de ter me doado de corpo e alma á esta viagem...

By Rick Akio

domingo, 21 de maio de 2017

Apresentação Especial Dia das Mães na Associação Okinawa do Carandiru(SP)


No dia 21/05 tive a alegria em me apresentar na confraternização de dia das mães da Associação Okinawa do Carandiru. Houve tambem a apresentação do grupo de dança tradicional e a apresentação da cantora Debora Iha, que também se apresentou comigo em duas canções. Neste mesmo dia foi feito o Chá de Fralda do Ian, netinho que nascerá em breve da irmã da cantora Debora Iha. 

Querod eixar registrado os meus agradecimentos à comissão organizadora pelo convite e pela homenagem e carinho que recebi de todos os membros da associação. 









Apresentação na Virada Cultural da cidade de São Paulo (SP)


No dia 21 de maio tive a grande alegria em me apresentar no palco oriental da Virada Cultural da cida de de São Paulo! Um dos maiores eventos artisticos da cidade de São Paulo, a Virada Cultural contou com mais de 30 palcos pelo centro da cidade com atrações em diversas frentes artisticas como música, dança, teatro, entre outros. Mesmo debaixo de muita chuva, os palcos alegraram a cidade de São Paulo das 18h do sábado até ás 18h do domingo. Uma das novidades foi a presença de uma pequena praça de alimentação ao lado do palco oriental que deu um toque especial ao evento. 

Quero deixar registrado os meus agradecimentos ao Diogo Miyahara e ao Kendi Yamai pelo convite e parabenizar a comissão organizadora pelo sucesso do Palco Oriental que coloriu o Vale do Anhangabaú, mais especificamente na Praça Pedro Lessa, onde ficamos situados. Quero também agradecer aos voluntarios que nos deram todo o suporte e sempre faz com que nossas apresentações se tornem um grande encontro de amigos! 















Reunião com os artistas do Palco Oriental!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Momento Poesia!



Oi, tudo bem? há quanto tempo? e assim acontece mais um encontro... e avida vai ganhando e perdendo sentido, todos os dias, mesmo correndo contra o tempo, te vejo e te encontro, nos meus sonhos e nas minhas lembranças... e a noite é minha companheira, e a lua ilumina mais uma vez os sonhos agitados que não me deixam dormir... e você se isola do mundo, se esconde de seus sentimentos... o medo toma conta e não me deixa sonhar mais alto... e nas fotos penduradas nas paredes dos predios cinzas, procuro as cores que ficaram para trás... onde foram parar os sorrisos? onde foram parar os beijos? Oi, Tudo bem? Como você está? será que é apenas uma pergunta qualquer, ou será algo significativo? as estrelas desta noite continuam à piscar, mesmo que estejam por de trás das nuvens... sei que estão escondidos, assim como as lágrimas de alegria e de tristeza que ninguém vê... e mesmo que todas as noites pareçam iguais, tudo já é diferente, tudo que aconteceu ontem ficou para trás... e cada passo que dou, vai na direção certa da vida... Oi, tudo bem? agora vou embora... e mais uma noite chega, mais estrelas brilham, e a lua solitária continua majestosa... continua solitaria e brilhante... iluminando todos que param para observá-la, e mesmo que seja assim, o seu destino, sempre cercada de inumeras estrelas, sempre dependerá dela mesma... somente ela saberá dos seus segredos, somente ela saberá dos seus sentimentos... e hoje espero mais uma vez por você, espero pelas novas lembranças, pelos novos beijos... mesmo que seja por uma noite... Oi, tudo bem? muito prazer... e mais uma noite começa... 
By Rick Akio

sábado, 13 de maio de 2017

Apresentação de Dia das Mães aos Residentes da Casa de Repouso Ikoi no Sono (SP)


No dia 13/05 fizemos uma apresentação especial aos residentes da Casa de Repouso Ikoi no Sono na cidade de Guarulhos em homenagem aos dia das Mães. Com a participação das cantoras Debora Iha, Kaori Kanegawa, Beatriz Hikaru e Bianca Takahashi, e as dançarinas Umeko Iha e Toshiko Nakamashi, tentamos levar mais alegria aos residentes. Com um set bem variado e com musicas natsumero e com temas voltados às mães, em 01 hora de apresentação tivemos a alegria de receber o grande carinho de todos os residentes. A cantora Kaori Kanegawa fez uma homenagem especial aos cuidadores e colaboradores do Ikoi no Sono. 

É sempre uma grande alegria poder nos apresentar no Ikoi no Sono. Agradecemos o carinho e a calorosa recepção que sempre nos é dado por todos!

Lembrancinhas que distribuimos aos residentes do Ikoi no Sono. 














sábado, 6 de maio de 2017

Brincando de Cantar! Ricardo Nakase - Yoake no Blues (Itsuki Hiroshi)



Olá amigos! Hoje vou brincar de cantar uma música de um dos meus maiores idolos da música enka, o cantor Itsuki Hiroshi! A canção "Yoake no Blues" foi lançada em 2012, composição do grande cantor e compositor Raymond Matsuya, se tornando um dos grandes sucessos do cantor. Esta canção é um pouco diferente do estilo do Itsuki Hiroshi, tem um ritmo mais dançante. Particularmente gosto muito do ritmo... rsrsrs

Yoake no Blues (夜明けのブルース)(Blues do Amanhecer)
Itsuki Hiroshi

Neste copo bebemos até o momento de voltarmos
Você fala palavras misturadas
Você se apoia suavemente em meu ombro
Apoiada sobre os joelhos, sussurra em meu ouvido

Você conta seus segredos e me pede para não contar à ninguém
E com as batidas do meu coração, eu juro pela minha vida
Eu sou Matsuyama, do bar Nibancho,
Este é o Blues do Amanhecer do homem "durão"

Você sozinha pede um taxi,
Com os cabelos de lado me manda um beijo de despedida
Se você voltar, irei lembrar do seu abraço
Dentro de muitas noites, estarei pensando em você

Você conta seus segredos, e também dos seus amores do passado
O coração bate mais forte olhando dentro dos meus olhos
Eu sou Matsuyama, do bar Nibancho,
Este é o Blues do Amanhecer da mulher misteriosa

Você conta seus segredos e me pede para não contar à ninguém
E com as batidas do meu coração, eu juro pela minha vida
Eu sou Matsuyama, do bar Nibancho,
Este é o Blues do Amanhecer do homem "durão"

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Momento Poesia!


No balanço dos dias, a vida segue como um barquinho no mar... quando o vento sopra, ganha velocidade e desbarava novos horizontes, quando o marasmo chega, é o momento de meditar e reparar os danos da viagem, e quando chega a tempestade, a missão é sobreviver em meio ao mar revolto... e assim continuamos à nadar contra à correnteza... querendo mudar os rumos dos ventos, enfrentando as ondas com toda a força... E assim continuamos os dias... assim como a árvore que floresce na primavera, mesmo tendo perdido suas folhas no outono, mesmo tendo sofrido as agressões do inverno, mesmo que o calor do verão tenha consumido suas forças pela sobrevivência... e continuamos caminhando... caminhando sem rumo... sem parar para respirar o perfume das flores que duram apenas alguns dias... para sentir a brisa do mar que nunca mais voltará... são tantos pequenos momentos que podem transformar uma vida em grandes historias, mas que devido às obrigações do dia-à-dia deixamos para trás... deixamos como as folhas secas que se perderam no outono... por quê nos esquecemos de viver? por quê deixamos a vida passar como se não fosse nossa responsabilidade? onde foi que deixamos as cores de nossos dias? será que se perdeu em meio à imensidão do mar? ou se perdeu em maio às folhas caídas no chão do passado? apesar de tudo, ainda acredito que as sementes que estão plantadas nos corações só estão esperando o momento certo para germinarem e florescerem para mostrar as nossas verdadeiras belezas, a beleza da alma...
Bye Rick Akio

domingo, 23 de abril de 2017

Apresentação da Banda Uchiná na Homenagem à Dona Tsuru na Associação Okinawa do Carandiru (SP)


No ultimo dia 23 de abril, a Asscoiação Okinawa do Carandiru fez uma belissima homenagem postuma à Dona Tsuru, precursora das atividades artisticas da associação e tivemos a honra de nos apresentar nesta belissima homenagem. 

Precursora das atividades artísticas da associação e uma das maiores incentivadoras da Banda Uchina, ela nos deixou há 1 ano atrás... E hoje, ela foi lembrada numa belíssima confraternização dos familiares e amigos. Com a homenagem do grupo de dança da associação, contamos também com uma homenagem feita pela Banda Uchina. As homenagens também contaram com participação especial da dançarina Karina Etsuko Sano, do Satoru Saito sensei e também do professor Guilherme Akio Iha.